O que fazer quando se tem UM dia em Lisboa? Será possível aproveitar o stop-over que a TAP, principal companhia aérea do país, oferece ou então conhecer a cidade um dia antes de um evento que vai ter na cidade?

Chegando de trem ou de avião, seu principal destino é o centro da cidade, onde a mágica acontece na capital portuguesa.

Saindo do aeroporto, você pode pedir um Uber ou pegar um metro para o centro. O Uber vai ficar um pouco salgado, cerca de 10-12 euros para o Cais do Sodré, onde começa nossa aventura de um dia, enquanto o metro vai custar pouco mais de 2 euros.

Uma dica importante: É vendido no aeroporto um cartão de 1 dia de transporte público por 7 euros. Paga-se  somente esse valor para andar em qualquer transporte público da cidade, seja metro, VLT, trem, onibus, além de ter descontos nos ônibus de dois andares e descontos também em atrações turísticas, além de ter entrada gratuita em algumas delas. Então chegou em Lisboa, compre seu Lisboa Card (esse é o nome do cartão).

Chegando no Cais do Sodré, principal área do centro de Lisboa, hora de começar o passeio. Da Praça do Comércio você vê na sua frente o Arco da Rua Augusta, um arco triunfal construído logo depois do Grande Terremoto, Maremoto e Incêndio de 1755, onde Lisboa foi totalmente destruída.

É possível subir no Arco pagando 2,50 euros, ou gratuito com Lisboa Card. Já na Rua Augusta, prepare o estomago e o bolso. Não importa para onde você olha, verá pastelarias e restaurantes, com destaque para a Casa Portuguesa de Pastel de Bacalhau. Sim, aqui em Portugal o famoso bolinho de bacalhau se chama pastel.

O pastel, ou bolinho, é do tamanho da palma da mão fechada, com recheio de queijo da Serra da Estrela. Custa 4 euros, mas vale cada centavo. Na área da Rua Augusta também há lojas famosas como Benetton, Bershka, Seaside e outras.

Depois de comer até não aguentar mais, hora de pegar o ônibus, ou auto-carro, para o Castelo de São Jorge. São cerca de 10 minutos de ônibus até a construção. O castelo do século XII foi casa da Família Real portuguesa até o século XVI, quando a sede do governo se mudou para o Paço da Ribeira.

Hoje existem as ruínas de quase 1000 anos do castelo, com suas paredes altas de pedra e muitos restaurantes, que tem o preço um pouco salgado. O valor para entrar no castelo é de 10 euros, mas tem desconto com o magnífico Lisboa Card. Do castelo se vê todo o Rio Tejo, Setúbal e a cidade de Lisboa, digo, parte dela.

Descendo novamente para o Cais do Sodré, no mesmo ponto de ônibus que você saltou quando chegou, hora de pegar o VLT (também chamado de bonde aqui). Nosso destino é o Mosteiro dos Jerónimos. O monastério data do século XVI e é o principal templo católico de Portugal.

Nele está o túmulo de Camões, Vasco da Gama, Alexandre Herculano e alguns reis e rainhas portugueses. É uma das igrejas mais bonitas que já vi e olha que como mineiro eu sei o que é uma igreja bonita!

Saindo da igreja, andando 5 minutos, chega-se ao Padrão do Descobrimento. Um monumento em homenagem ao navegador Vasco da Gama, principal navegados das grandes descobertas. Junto ao monumento existe um calçadão onde os lisboetas passam seu domingo correndo, passeando e aproveitando a vista do Rio Tejo e seu por-do-sol. Mais um pouco a frente, na mesma calçada, você encontra a Torre de Belém.

Todos os monumentos em Belém são gratuitos com o Lisboa Card. Uma coisa que não mencionei, até agora, é que os famosos Pasteis de Belém são desse “bairro” lisboeta. O restaurante que vende os famosos pasteis fica ao lado do Mosteiro. Porém, se você realmente quiser experimentar, vai ter que chegar bem cedo. A fila dobrava a esquina quando cheguei em Belém, as 16hs. Todos os restaurantes da região estavam lotados e era um DOMINGO!

Lisboa é uma cidade cosmopolita e a língua que menos ouvi por lá foi o português europeu. Há muitos turistas, muitas línguas e muita gente na rua, mesmo no domingo a noite. O centro de Lisboa é vivo o dia todo. Como moro em Portugal, para fazer um passeio tão longo eu cheguei em Lisboa as 10 horas na Estação de trem Oriente, bem próximo do aeroporto e fiz todo o trajeto até as 17hs.

Caso tenha mais tempo, dá pra conhecer tudo com mais calma no mesmo dia. Não visitei museus, mas somente a cidade de Lisboa possui 39 atrações turísticas para serem visitadas. Além do Lisboa Card, você pode andar com aqueles ônibus de dois andares que tem um itinerário próprio, fazendo com que você visite grande parte da cidade no dia todo, parando nos principais lugares.

Outros pontos famosos são Estoril e Cascais, duas cidades/vilas famosas que ficam próximas a Lisboa. Mas isso fica para o próximo post.